As vezes os bobos desaparecem, mas deixam lembranças…

Vou te contar o motivo da distância, como se fosse uma cena de teatro fórum… só que sem a intervenção de ninguém… Era uma vez… uma castelo que se intitulava um bom castelo, que cuidava de pessoas que precisavam de cuidados e passava uma imagem linda aos plebeus, pois os poderosos que sustentavam este castelo precisavam desta imagem até para se manter no poder. Mas um grande erro foi cometido… Um castelo tem um rei, uma rainha, principes e princesas e a plebe, tem até o bobo da corte, que nesse caso era eu…, mas neste castelo tinhamos duas rainhas, as duas queriam ser boas, se diziam boas, mas nem a plebe, nem o bobo da corte ainda não sabem quem realmente é a boa rainha, a jovem rainha escondida por detras de pouca beleza, com jeito meigo e delicado, ou será que a boa rainha é a rainha sem beleza exterior, que aparentemente joga nas constas da jovem rainha tudo que de mal acontece no castelo?  Na dúvida o bobo desta corte, resolveu caminhas por outros trilhos. Deixando a saudade a boa lembrança, risos e amizadas grande amores, fraternos e verdadeiros, de uma plebe lutadora. Quando os que sustentatam este castelo realmente perceberem o que ocorre lá dentro, os que colocam os que precisam de ajuda lá, pode ser que não queiram mais colocá-los lá, pois eles não são prioridade. Ha! pai! onde foi que nos perdemos no caminho? Mas se formos pensar em tantas injustiças e em tantas falsidades que ocorrem, descobriremos que nem um rei, nem um principe, nem uma única rainha fará deste reino, deste castelo, um lar. Precisamos lembrar que a dignidade passa pelo bolso sim, mas o amor, o respeito e a gratidão é algo que nunca se deve esqucer. Os que precisavam de ajuda, eu não conheci. A plebe eu me apaixonei, me encantei por ela. As rainhas, ainda não sei se neste connto de piscolocos terminamos com rainhas ou bruxas, só sei que eles existem.  Vcs são inteligentes o suficiente para saber que o mundo precisa de vida longa a uma nova rainha. Beijos.

Explore posts in the same categories: Apae Caraguatatuba, Boal, Educação, Teatro do Oprimido

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: