Como iniciei o Psicodrama em minha vida

Breve Histórico

Iniciei o Psicodrama  através do Projeto Direitos Humanos em Cena proposto pelo People’s Palace Projects, fruto do trabalho adquirido juntamente com a FUNAP, especialmente na execução do Projeto Drama – Processo Educativo Através do Teatro.  Neste momento, decidimos ousar e dialogar sobre o tema de maior controvérsia nas prisões: Direitos Humanos.
Parceria essa que se fechou com Peoples Palace Projects, Fundação Professor Doutor Manoel Pedro Pimentel – FUNAP, o Centro do Teatro do Oprimido, a Escola de Administração Penitenciária e a Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania – PROVITA, com o apoio do British Council e o financiamento da Community Found – UK.
O eixo central do Projeto Drama – Processo Educativo através do Teatro, desenvolvido desde 1995 foi a aplicação de oficinas dramáticas com o objetivo de desencadear um processo educativo para a transformação das atitudes frente as DST e AIDS.  Atendemos cerca de 6.500 presos, 600 funcionários e as oficinas de prevenção foram incorporadas ao currículo escolar e a pratica pedagógica dos educadores da FUNAP, sendo semestralmente aplicadas nas escolas das unidades prisionais.

Explore posts in the same categories: Alunos da prisão, direitos humanos, Educação, Educação prisional, Sem-categoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: